O sonho da casa própria cresce a cada dia, assim como a ideia de morar com segurança, espaço e privacidade. E, é por esse motivo, que o crescimento dos condomínios vem acontecendo; basta acompanhar o mercado imobiliário e ver que nos últimos anos as pessoas preferem morar em casas em condomínios fechados.

Porém, viver em um condomínio pesa mais no bolso, por isso é preciso colocar na ponta do lápis os custos e a qualidade de vida e analisar se realmente optar por esse tipo de moradia sai mais caro. Ter uma casa em condomínio já foi sinônimo de status, mas hoje morar com mais segurança é a preferência da maioria das pessoas e os benefícios são amplos.

Um fator que faz com que as pessoas optem por morar em condomínios fechados é a privacidade. Nem todo mundo gosta de expor sua vida ou ficar recebendo pessoas a todo o momento, como vendedores, entregadores de propagandas, ou outros tipos de acesso que ocorrem em casas de bairros.

A segurança é o ponto mais forte e chega ser a maior vantagem de morar em condomínio fechado, embora nenhum lugar seja 100% seguro. Mas nesse tipo de moradia todo esforço é feito para que as ocorrências não aconteçam, oferecendo mais condições de segurança, como porteiro 24 horas, cerca elétrica, monitoramento por câmeras, rondas noturnas e várias outras.

A socialização também é vantagem para quem mora em condomínio

Pode ser que muitas pessoas não gostem, mas viver em comunidade traz muitos benefícios para que as pessoas aprendam a viver em sociedade, pensando no bem comum de todos. E as assembleias e o contato diário com os vizinhos fazem com que isso seja possível; já nas casas em bairros abertos quase nunca se tem contato com os vizinhos, é cada um por si.

Alguns condomínios fechados contam com espaços para as crianças brincarem e se divertirem, como parques, campo de futebol, piscina, entre outros. Esse item é importante para quem tem filhos ou crianças em casa e desejam um espaço seguro para recreação.

Algumas casas em condomínios em Campo Grande exigem um estilo de moradia padrão, normalmente em algum tipo de metragem, jardim da frente da casa, limitação quanto ao tipo de construção, etc. Mas nada disso faz com que o interesse por esse tipo de moradia diminua, pelo contrário, tem aumentado cada dia mais.

Comentários

Comentários