Dentro do universo da saúde, o ideal é que homens e mulheres se cuidem com uma alta frequência, sempre tendo acesso à informação sobre seu corpo e confiança nos profissionais que atendem na área médica. Porém, em decorrência de uma sociedade cheia de tabus, muitos ligados ao mito do homem “macho”, imune a tudo, existe uma preocupação baixa com a saúde íntima masculina, se comparada à feminina.

As mulheres costumam visitar o ginecologista anualmente, para consultarem sobre menstruação, problemas hormonais e saúde íntima. Mas os homens não buscam especialistas para fazerem a mesma coisa, o que é uma perda para todos.

Dessa forma, muitos homens se privam de descobrir mais sobre seus corpos, e muitas vezes acabam sofrendo calados de problemas que podem ser resolvidos facilmente. A disfunção erétil, por exemplo, também conhecida como impotência sexual masculina, é um deles. Homens que sofrem com esse problema muitas vezes não sabem que ele pode ser solucionado com uma simples prótese peniana. Além disso, esse problema pode sim ser resolvido com medicação ou com injeções, mas a prótese é uma alternativa tão boa quanto e pouco divulgada.

A prótese peniana é um procedimento cirúrgico para homens com impotência sexual resistentes ao tratamento, que não conseguiram resultados com os tratamentos convencionais para conseguir e manter uma ereção que permitisse uma relação sexual satisfatória.

A prótese peniana mais comum já vem sendo utilizada há 25 anos, e a tecnologia agora é tanto segura quanto eficiente. Entre as vantagens desse uso estão: falha mecânica rara, próteses pouco perceptíveis pela roupa, ereção sendo mantida por quanto tempo for necessário, e sensação de bem-estar psicológico e emocional é bastante melhorada na maioria dos homens que fizeram esse implante.

Comentários

Comentários