Está rolando agora os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014, oficialmente Jogos da XXII Olimpíada de Inverno, que segue entre 6 a 23 de fevereiro e terão como sede principal Sóchi e como subsede ao resort da Clareira Vermelha, localizados no krai de Krasnodar, na Rússia. Com gasto recorde de 50 bilhões de dólares – mais que as 21 edições anteriores do evento juntas, a cidade parece ainda não estar preparada. Hotéis mal-acabados, ruas ainda sendo pavimentadas, obras de infraestrutura na Vila Olímpica pela metade.

Estamos falando da Copa do Mundo?

Confesso que comecei este post pensando em falar um pouco sobre o “esporte”, mas a verdade é que, ninguém melhor do que nós, brasileiros, para entendermos o quanto os eventos esportivos não estão para o esporte e sim para o dinheiro.

Encontramos várias imagens demonstrando o quanto a Rússia não está preparada para o evento, o quanto os turistas estão sofrendo, mas pra ser sincero, não é exatamente essa a nossa preocupação. Talvez na Rússia a desigualdade social gerada por esse “esparramo” de dinheiro, não seja tão grande quanto nas terras tupiniquins.

Nós do Isso Inspira estamos cansados dessa palhaçada toda e por isso, hoje, nosso post sobre as Olimpíadas de Inverno de 2014, não terá imagens dos esportes e sim da desigualdade que esses eventos causam em todo o mundo.

desigualdade_olimpiadas_copa

Paulo Freitas fez imagens de um menino de rua, fazendo malabares em um sinal de trânsito da Avenida das América, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

O salário de um operário sul-africano equivale a aproximadamente R$ 350,00.

Esta mostra o preparo e o incentivo que os atletas brasileiros recebem. No país dos eventos esportivos, espeto é de pau e sempre foi.

Essa mostra o preparo e o incentivo que os atletas brasileiros recebem. No país dos eventos esportivos, espeto é de pau e sempre foi.

Fim da Copa devolve África do Sul à sua realidade de pobreza e violência.

Fim da Copa devolve África do Sul à sua realidade de pobreza e violência.

Ingressos caros, gasto público com lucro privado, violações aos direitos humanos e ataques à democracia.

Ingressos caros, gasto público com lucro privado, violações aos direitos humanos e ataques à democracia.

Ao longo de toda a manifestação cerca de 60 policiais bloqueavam o mascote. Num ato de maldade deixaram alguns manifestantes passar e usaram disto como pretexto para agredir a todo mundo.

Ao longo de toda a
manifestação cerca de 60 policiais bloqueavam o mascote. Num ato de maldade deixaram alguns manifestantes passar e usaram disto como pretexto para agredir a todo mundo.

Comentários

Comentários

Publicitário