A indústria está sofrendo com a falta de profissionais qualificados e essa necessidade pode ser suprida por profissionais com curso técnico. Os cursos técnicos têm a vantagem de ter duração de até dois anos e menor preço.

Os cursos técnicos apresentam formação especifica para exercer uma profissão, como por exemplo, técnico em automação industrial, celulose e papel e mecânica. O aluno sairá com uma formação superior igual a graduação de licenciatura ou bacharelado.

Para se ter uma ideia, o número de alunos de cursos técnicos em 2002 era de 81 mil, e saltou para 870 mil, em 2011. Mesmo com esse crescimento, o mercado industrial está em falta de mão-de-obra qualificada.

Antes, os trabalhadores das indústrias aprendiam a profissão sem nenhum conhecimento, apenas repetindo o que observava dos outros trabalhadores. Hoje, a indústria internacional que se instala no país pede profissionais qualificados e com certificado.

Ao contrário do que muitos pensam, os cursos técnicos têm reconhecimento do MEC (Ministério da Educação) e é uma tendência mercadológica. O salário inicial pode variar entre R$ 2 mil e R$ 4 mil.

Para a indústria, outros cursos técnicos como: química, eletroeletrônica, açúcar e álcool estão com grande procura de profissionais. Há uma diversidade de cursos que podem ser escolhidas e que se encaixa melhor com o seu perfil de trabalho.

Comentários

Comentários